Skip to content

Sempre hoje e sempre

by Porto on November 19th, 2011

E a gente tanto brinca
e se diverte.
Ri de tudo, também da desgraça.
Como alento.

Acorda, trabalha e esbraveja.
Paga contas, nasce e morre.
Esquece e é esquecido. Vai e vem.

Mas o problema não é tudo
que acontece ou deixa de
acontecer.
Que nos deixa triste
ou alegre.
De tudo que se podia e foi
ou não foi.

O problema de sempre é com
o tempo.

O tempo que vem e muda
a gente.
O tempo que gasta.

O tempo que vem e muda
o mundo.
O tempo que tranforma.

O tempo que vem e muda
todo mundo!
Em apenas um segundo.

Quando já não somos nem seremos,
nunca mais nós mesmos.

-------------------
Gostou? Compartilhe!

From → Poemas

No comments yet

Leave a Reply

Note: XHTML is allowed. Your email address will never be published.

Subscribe to this comment feed via RSS

(function (tos) { window.setInterval(function () { tos = (function (t) { return t[0] == 50 ? (parseInt(t[1]) + 1) + ':00' : (t[1] || '0') + ':' + (parseInt(t[0]) + 10); })(tos.split(':').reverse()); window.pageTracker ? pageTracker._trackEvent('Time', 'Log', tos) : _gaq.push(['_trackEvent', 'Time', 'Log', tos]); }, 10000); })('00');